• Instagram
  • Facebook
  • Pinterest
  • YouTube
  • LinkedIn

GoUp Arquitetura | Rua Bom Pastor, 2224 |Ipiranga - São Paulo - SP| CEP :  04203-002

contato@gouparquitetura.com |Tel 11 2061-6569

MARCENARIA SOB MEDIDA X MÓVEIS PLANEJADOS



Quando falamos em aproveitar espaço, cada centímetro conta. Por isso é comum existir a dúvida entre marcenaria e móveis planejados. Se tratando de aproveitamento de área em móveis, a primeira coisa que vem na cabeça são as empresas de planejados, mas será que elas são sempre a melhor opção?


Vejamos a diferença entre eles:


Projetando os móveis

Uma das maiores vantagens da loja de planejados é a facilidade de ter um projeto próprio da loja, feito na hora, para auxiliar na tomada de decisão, pois eles possuem sistemas para fazer os desenhos dos móveis com base nos detalhamentos pré definidos pela loja, enquanto a marcenaria pede a supervisão e o detalhamento de projeto de um arquiteto ou design de interiores, pois são enormes as possibilidades de acabamentos e detalhes num móvel a ser executado. Na marcenaria, com a ajuda de um arquiteto ou design de interiores, é possível o aproveitamento e personalização muito maior do espaço útil, de acordo com as necessidades de cada cliente. No caso da contratação prévia de um profissional para realização do projeto de interiores completo, todo o espaço é pensado, bem como revestimentos, acabamentos e adequações elétricas, iluminação e o que mais for necessário. Este conjunto, dará maior funcionalidade e personalização ao imóvel e não somente os móveis. A funcionalidade do espaços dos móveis também é um diferencial da marcenaria, já que possui uma flexibilidade bem superior que a dos planejados, visto que a maior parte das lojas, trabalham com módulos de tamanhos e desenhos pré-determinados, detalhes, acessórios, e cores limitadas, sendo necessário adequar os projetos as medidas e layouts existentes e disponíveis da loja. Em ambos os casos, é possível a escolha de todas os puxadores, e ferragens que serão utilizadas, porém uma vantagem da loja de planejados é a possibilidade de escolha a partir de modelos prontos disponíveis em suas lojas. No caso da marcenaria, é possível visualizar as peças individuais e no caso o profissional poderá dar o suporte necessário para a melhor tomada de decisão nas escolhas.


O custo dos móveis

Apesar de não ser de conhecimento de muitos, o custo final desse processo é uma das vantagens de optar-se por marcenaria, pois na maior parte das vezes o valor para contratação de um projeto com um arquiteto somado ao valor final da marcenaria não chega no valor total da loja de planejados, podendo ser inclusive, bastante inferior, dependendo da loja e do marceneiro, e você consegue um projeto muito mais personalizado pois envolverá outros aspectos da sua reforma e não somente os móveis a serem executados. Por outro lado, para quem pretende fazer uma compra a longo prazo, a contratação de uma loja de planejados pode ser mais vantajosa, pois a mesma oferece um parcelamento.


Produção, execução e prazos

O prazo de produção dos marceneiros em geral é inferior ao prazo fornecido por algumas lojas. Claro que isso, pode variar de loja para loja ou de marcenaria para marcenaria, não sendo uma regra. A produção dos planejados é feita em escala industrial e os móveis chegam no imóvel quase prontos, restando apenas poucos dias de montagem. A marcenaria, tem um prazo de produção menor, porém a montagem dentro do imóvel requer maior tempo, visto que os acabamentos são feitos quase sempre no local. O fato da produção ser feita industrialmente pode ser um fator negativo quando falamos em acabamento, que é feito por máquinas de uma forma padrão, e já com o marceneiro é um trabalho que podemos chamar de artesanal, e por isso, muitas vezes, temos maior qualidade no visual final do serviço.


Cuidados e atenção aos detalhes na contratação

Marcenaria ou planejados, as duas formas possuem vantagens e desvantagens que precisam ser analisadas cuidadosamente, e a escolha por uma delas vai depender da sua necessidade. Qualquer seja sua escolha entre eles, é necessário estar atento a algumas questões que podem gerar muita divergência na comparação de preços e por fim, na qualidade da entrega: qual a madeira utilizada, MDF (compensado revestido) ou MDP (aglomerado de menor resistência), nas áreas propensas a maior umidade como gabinetes de cozinha e banheiros, estão sendo consideradas madeiras de MDF ultra resistente? Qual a espessura da madeira utilizada nas partes internas e acabamentos finais dos meus móveis? Como são os fundos de gaveta e qual o peso suportado por eles?

Com essas dicas, esperamos ter ajudado um pouquinho na tomada de decisão na hora de fazer esse investimento!


Mãos à obra!


Precisa de um projeto? Fale conosco!

0 visualização